Outras Notícias

25 de Abril

  •  

    O CPPC participará e apela à participação de todos nas comemorações populares do 25 de Abril.

    Pontos de encontro para os amigos que queiram se juntar ao CPPC:

    Coimbra - 14h30 - Praça da República frente ao Sindicato dos Professores

    Lisboa - 14h30 - Marquês de Pombal junto ao Banco do Brasil

    Porto - 14h30 - Largo Soares dos Reis junto a monumento a Virginia Moura

  • O CPPC participará e apela à participação de todos, nas comemorações populares do 25 de Abril.

    Coimbra
    Praça da República, 28 (junto à Delegação do Sindicato dos Professores da Região Centro), pelas 14h30

    Faro
    Mercado Municipal de Faro - 16h

    Lisboa
    Marquês de Pombal / Duque de Loulé (frente ao Banco do Brasil) -14h30.

    Porto
    Largo Soares dos Reis - 14h30

  •  

    O CPPC participou no desfile das comemorações populares do 25 de Abril em Lisboa, desfilando com dois panos onde se podia ler "Pela Paz, Por Abril" e "Solidariedade com a Revolução Bolivariana", ao longo do percurso foram distribuios centenas de documentos.

  • O CPPC participará e apela à participação de todos, nas comemorações populares do 25 de Abril em Coimbra.
    Para os amigos que queiram participar com o CPPC, o ponto de encontro é na Praça da República, 28 (junto ao Sind. Professores), pelas 14h30.

     

  • O CPPC participará e apela à participação de todos, nas comemorações populares do 25 de Abril em Coimbra.

    Para os amigos que queiram participar com o CPPC, o ponto de encontro é na Praça da República, 28 (junto à Delegação do Sindicato dos Professores da Região Centro), pelas 14h00.

  • O CPPC participará e apela à participação de todos, nas comemorações populares do 25 de Abril em Lisboa.
    Para os amigos que queiram participar com o CPPC, o ponto de encontro é no Marquês de Pombal / Duque de Loulé (frente ao Banco do Brasil), pelas 14h30.

     

     

  • O CPPC participará e apela à participação de todos, nas comemorações populares do 25 de Abril em Lisboa.

    Para os amigos que queiram participar com o CPPC, o ponto de encontro é no Marquês de Pombal / Duque de Loulé (frente ao Banco do Brasil), pelas 14h30.

  • O CPPC participará e apela à participação de todos, nas comemorações populares do 25 de Abril no Porto.
    Para os amigos que queiram participar com o CPPC, o ponto de encontro é no Largo Soares dos Reis (junto a estátua de Virgínia de Moura, frente ao Museu Militar), pelas 14h30.

     

  • Nesse libertador dia 25 de Abril de 1974, dando seguimento a décadas de luta do povo português pelo fim da ditadura fascista, incluindo dos 13 anos de guerra colonial, jovens militares das Forças Armadas - jovens os comandados e jovens os comandantes -, iniciaram um dos feitos mais relevantes da história de Portugal – a construção do regime democrático, com as suas conquistas políticas, sociais, económicas e culturais, no quadro da afirmação da soberania e independência nacionais e de uma política de amizade, cooperação e paz com todos os povos do mundo.

  • Conselho Português para a Paz e Cooperação

    Décadas de luta pela Paz

    Herdeiro do movimento da Paz nascido em Portugal no final dos anos 40 do século passado, o Conselho Português para a Paz e a Cooperação (CPPC) criado sob a ditadura fascista, foi constituído legalmente há 40 anos, a 24 de Abril de 1976.

    Os seus Estatutos, então registados, definiam o CPPC como um movimento democrático e unitário de opinião pública que tinha como objectivo promover, através do esclarecimento e da participação das mais amplas camadas da população do País, a luta pela Paz e pela cooperação entre os povos. Para cumprir tal desígnio, o CPPC procurava agir em cooperação com todos os movimentos e forças da Paz, tanto nacionais como estrangeiras, esforçando-se por realizar a mais larga unidade entre todos os portugueses sinceramente empenhados na defesa da Paz.

  • cppc fala sobre 25 abril em escolas de setubal 1 20190518 1165832279

    A convite de escolas de Setúbal, o Conselho Português para a Paz e Cooperação participou, através da dirigente Zulmira Ramos, em palestras, muito participadas, sobre o “25 de Abril e a Paz”: na Escola Lima de Freitas, no dia 26 abril, e na Escola Sebastião da Gama, no dia 30 de abril.

    Nas palestras, Zulmira Ramos referiu-se à situação de Portugal antes do 25 Abril que se caracterizava, por exemplo, pela existência de miséria, trabalho infantil, ausência de direitos das mulheres, repressão, guerra colonial, analfabetismo, ensino reservado para uns poucos, dando conta também das lutas diversas do povo português e dos povos das ex-colónias contra o fascismo e contra o colonialismo, o que culminaria com a acção do Movimento das Forças Armadas (MFA), que, em conjunto com o povo, pôs fim ao fascismo, permitiu acabar com a guerra colonial, realizar eleições democráticas, melhorar as condições de vida, viver em liberdade e em paz.

  • cppc nas comemoracoes populares do 25 de abril 2019 1 20190426 1027511726

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação participou nas comemorações populares do 45º aniversário da Revolução de Abril.

    Em Coimbra, Faro, Lisboa e Porto dezenas de ativistas e amigos do CPPC participaram nas comemorações populares com faixas onde se podia ler "Pela Paz por Abril! Todos não somos demais!" e "Solidariedade com a Revolução Bolivariana".

    Além da participação nos desfiles, onde foram foram distribuídos documentos do CPPC, realizaram-se ainda exposições em Coimbra e Faro enquadradas nas comemorações do 25 de Abril.

  • O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) saúda o 44.º aniversário da Revolução de Abril reafirmando o seu firme apego aos seus valores, realizações e exemplo. Afirmação soberana da vontade do povo, Abril representou a conquista da liberdade e da democracia, o fim da guerra colonial e a paz, uma economia ao serviço da melhoria das condições de vida do povo, a conquista e o usufruto de inúmeros direitos sociais, incluindo a elevação cultural da população, mas também o desenvolvimento de uma política de paz, amizade e cooperação com todos os povos do mundo.

  • sessao publica 45 anos da revolucao de abril e o fim do colonialismo portugues 4 20191027 1772096205

    Na sequência da realização do grande Encontro pela Paz, realizado em Loures em 2018, as 12 organizações promotoras desse encontro (ver abaixo) realizaram ontem, 23 de Outubro, na Casa do Alentejo, em Lisboa, a sessão pública 45 anos da “Revolução de Abril e o fim do colonialismo português”.

    A sessão, que contou com numerosa participação, moderada por Ilda Figueiredo, presidente da Direção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) ,contou como oradores com o Coronel Baptista Alves, Capitão de Abril e presidente da Mesa da Assembleia da Paz do CPPC, Francisco Canelas, dirigente da União de Resistentes Anti-Fascistas Portugueses, Ana Souto dirigente do Movimento Democrático de Mulheres, Augusto Flor presidente da Direção da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD), Jorge Cadima do Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente (MPPM) e de João Barreiros da Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional (CGTP-IN). Intervieram também representantes da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO) e do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA).

  • sessao publica 45 anos da revolucao de abril e o fim do colonialismo portugues 1 20191019 1652567832

  • viva os 45 anos do 25 abril 1 20190426 1472048748

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) saúda o 45.º aniversário do início da Revolução de Abril, um dos mais importantes acontecimentos da história de Portugal. Nesta data homenageamos os militares de Abril e todos os homens e mulheres que nas fábricas, nos campos e nas escolas lutaram contra a ditadura, abrindo caminho à revolução e que permitiu dar resposta às justas aspirações do nosso povo que ansiava há décadas por uma sociedade de liberdade, justiça, progresso, fraternidade e paz.