Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...



O Conselho Português para a Paz e Cooperação saúda o 38º Aniversário da República Árabe Saarauí Democrática que ocorre, hoje, dia 27 de Fevereiro de 2014.

Em Fevereiro de 1976 a Frente Polisário Movimento de Libertação da antiga colónia espanhola de Sagia el Hamra e Rio de Ouro, constituído em 1968, tomou a decisão histórica de, em nome do Povo Saarauí, proclamar a República Árabe Saarauí Democrática, assumindo a responsabilidade de garantir a soberania do Saara Ocidental e a defesa dos direitos inalienáveis do seu povo a uma Pátria livre e independente, no território que lhe foi legado pelos seus antepassados.


A violenta ocupação do território do Saara Ocidental por Marrocos e pela Mauritânia, o prosseguimento da luta contra as potência ocupantes, a saída da Mauritânia do conflito e a deslocação forçada de centenas de milhares de saarauís para acampamentos no território contiguo da República da Argélia, a ocupação por colonos marroquinos de grande parte do Saara Ocidental, figuram na História moderna como uma das mais graves violações do direito internacional e da Carta das Nações Unidas.

O direito do povo do Saara Ocidental à autodeterminação foi confirmado pela Resolução 1514 da Organização das Nações Unidas, assim como a República Árabe Saarauí Democrática é, reconhecida por largas dezenas de Estados membros da ONU.
O Conselho Português para a Paz e Cooperação saúda, nesta data de tão grande significado, o povo do Saara Ocidental, a Frente Polisário e os Órgãos de Estado da República Árabe Saarauí Democrática a quem manifesta, uma vez mais, o seu incondicional apoio à luta por uma Pátria Livre e Soberana.

A Direcção Nacional do CPPC