Outras Notícias

Sessão pública | 45 anos da “Revolução de Abril e o fim do colonialismo português”

sessao publica 45 anos da revolucao de abril e o fim do colonialismo portugues 4 20191027 1772096205

Na sequência da realização do grande Encontro pela Paz, realizado em Loures em 2018, as 12 organizações promotoras desse encontro (ver abaixo) realizaram ontem, 23 de Outubro, na Casa do Alentejo, em Lisboa, a sessão pública 45 anos da “Revolução de Abril e o fim do colonialismo português”.

A sessão, que contou com numerosa participação, moderada por Ilda Figueiredo, presidente da Direção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) ,contou como oradores com o Coronel Baptista Alves, Capitão de Abril e presidente da Mesa da Assembleia da Paz do CPPC, Francisco Canelas, dirigente da União de Resistentes Anti-Fascistas Portugueses, Ana Souto dirigente do Movimento Democrático de Mulheres, Augusto Flor presidente da Direção da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD), Jorge Cadima do Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente (MPPM) e de João Barreiros da Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional (CGTP-IN). Intervieram também representantes da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO) e do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA).

Ler mais...

Artistas pela Paz | Quarteira

artistas pela paz quarteira 1 20191001 1875698389

No dia 21 de Setembro, Dia Internacional da Paz, inaugurou-se em Quarteira, Loulé, a última mostra da exposição "Artistas pela Paz".

Esta exposição itinerante, teve o seu início no dia 21 de Setembro de 2018, em Silves, nos Paços do Concelho, percorreu vários locais no Algarve - Olhão, Vila Real de Santo António, Lagoa, Faro e Universidade do Algarve. Termina agora a sua mostra no dia 19 de Outubro, na Galeria da Praça do Mar, em Quarteira.

A exposição "Artistas pela Paz", foi uma proposta do CPPC em parceria com a PAS - Peace and Art Society, envolveu mais de 20 artistas desta associação e integrou artistas convidados dos vários concelhos por onde foi passando.

Foram várias centenas de visitantes que puderam apreciar os diferentes olhares para a Paz.