Outras Notícias

A Assembleia do CMP, ocorrida em Katmandu, Nepal, reafirma a sua profunda solidariedade com Cuba Socialista, com o seu povo e a sua revolução.

Os delegados à Assembleia condenam o criminoso embargo económico imposto pelos EUA contra Cuba, cujo objectivo é punir o povo cubano por defender as suas conquistas e o direito a decidirem de forma soberana o seu futuro.

O CMP expressa o seu apoio e exige a libertação dos cinco prisioneiros políticos cubanos das prisões norte-americanas, encarcerados injustamente. Denunciamos, também, a “Posição Comum” da União Europeia, cujo objectivo é a ingerência nos assuntos internos de Cuba.

A Assembleia do CMP condena, uma vez mais, os EUA pela manutenção da base militar de Guantánamo, em solo cubano e exige o encerramento do campo de concentração aí existente e o desmantelamento de toda a base militar.

A Assembleia do Conselho Mundial da Paz
22 de Julho de 2012, Katmandu, Nepal