Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

 

Sempre solidário com a luta do povo saarauí e particularmente preocupado com a situação dos presos políticos saarauís em prisões marroquinas, o Conselho Português para a Paz e Cooperação enviou, recentemente, a carta abaixo à Sra. Embaixadora do Reino de Marrocos em Portugal.



"Exma. Senhora Embaixadora do Reino de Marrocos

Dra. Karima Benyaich

O Conselho Português para a Paz e Cooperação vem por este meio solicitar a sua atenção para a situação do senhor Omar Daoudi, preso político saarauí, que se encontra há já mais de uma mês em greve de fome. Detido na prisão de Tiznit em Marrocos junto dos presos de delito comum, iniciou a sua greve de fome exigindo a sua transferência para junto dos restantes presos políticos saarauís. O seu estado de saúde é muito grave, no entanto não teve qualquer apoio nem assistência por parte dos serviços prisionais.

Sabendo que a única justa solução seria a imediata libertação de todos os presos políticos saarauís das prisões marroquinas, o Conselho Português para a Paz e Cooperação apela a que a situação do Sr. Daoudi seja urgentemente considerada de modo a impedir que a sua saúde seja irreversivelmente afectada.

Seguros de que o Saara Ocidental será um dia, mais cedo que tarde, livre e independente, esperamos que os passos no caminho da justa solução deste problema possam começar a ser dados.

Cordialmente,

A Direcção Nacional do CPPC